teste studiioR odin

Bolsonaro derretendo em Rondônia, 49% o avaliam negativamente e apenas 25% positivamente

16 de Novembro de 2021 Fonte::

Rondônia tem a melhor avaliação positiva do governo Bolsonaro (25%), mas ainda está bem abaixo das opiniões negativas (49%). Reportagem nacional esmiuçou os dados revelados Quaest Consultoria.

 

Bolsonaro derretendo em Rondônia, 49% o avaliam negativamente e apenas 25% positivamente

Foto: Presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas na inauguração da Ponte Abunã/RO. Créditos: Anderson Riedel / Divulgação.

Dados explorados pelo jornal Folha de S. Paulo denotam que em Rondônia onde em 2018 Jair Bolsonaro venceu com folga as eleições presidenciais tanto no primeiro quanto no segundo turno, hoje, em sua maioria, rechaça o governo do mandatário do Planalto.

No estado, Bolsonaro bateu Fernando Haddad, do PT, no primeiro turno, com, uma diferença de 362.204 votos; no segundo, a margem aumentou para 365.625.

Pouco mais de três anos após o pleito, e o Brasil prestes a vivenciar novas eleições em outubro de 2022, as informações trazidas pelo instituto de pesquisa Quaest Consultoria através de reportagem nacional mostram que entre os rondonienses ouvidos 49% avaliam negativamente as ações da gestão da União enquanto 23% a veem como regular e 25% a tacham de forma positiva.

Entretanto, mesmo a soma das manifestações regulares com as positivas não é capaz de se sobrepor ao total negativo a opinar regionalmente acerca do comando de Jair Bolsonaro sobre o País.

Apesar disso, a matéria veiculada pela Folha de S. Paulo deixa claro que a despeito dos números negativos superarem os positivos em Rondônia, é no estado gerido pelo amigo coronel Marcos Rocha, do União Brasil, que Bolsonaro tem a avaliação mais positiva de toda a pesquisa.

“A maior avaliação positiva está em Rondônia, Santa Catarina, Tocantins e Distrito Federal. Em nenhum estado brasileiro, contudo, a avaliação positiva do governo Bolsonaro é maior do que a negativa”, destacou.

Bolsonaro derretendo em Rondônia, 49% o avaliam negativamente e apenas 25% positivamente

 

 

Fonte:Rondoniadinamica

RESTAURANTE PAULISTA
Comentarios