Ladrão suspeito de furtos contra idosos em Theobroma, é acorrentado pelo pescoço logo após furto em Ouro Preto 

14 de Abril de 2019 Fonte::

Os moradores rederam o ladrão, amarraram sua mãos para trás e colocaram uma corrente no pescoço dele até a chegada da PM.

Um ladrão que já atacou vários idosos na cidade de Theobroma e em Jaru  se deu mal na manhã deste domingo (14) em Ouro Preto do Oeste ao furtar uma quantidade em dinheiro de dentro da residência de um idoso, de 93 anos, que estava sozinho em casa tirando um cochilo em uma rede no quintal da sua moradia localizada no Bairro Alvorada (Industrial) próximo à Cerâmica Santa Cruz. 

O autor do furto é Adalto da Rocha Souza, 34 anos, que reside no Jardim Aeroporto e foi abordado quando fugia da casa do idoso por um casal que pediu ajuda aos vizinhos. O ladrão foi rendido com os pulsos das mãos amarrados para trás e teve uma corrente envolvida no pescoço, em forma de coleira.

Adalto foi até o bairro em uma motocicleta Yamaha Fazer YS 250 (placa DPH-2029), de cor vermelha, estacionou o veículo duas quadras antes da casa do idoso e se aproximou a pé. O elemento entrou sorrateiramente na residência, alcançou uma calça do idoso pendurada em um prego na parede, retirou a quantia de R$ 379,00 e quando estava evadindo do local foi interceptado por um casal corajoso, que o segurou e pediu ajuda aos vizinhos para rendê-lo até a chagada da Polícia Militar. Adalto não esperava pela reação dos moradores do bairro

Os policiais militares da guarnição que atendeu a ocorrência deram voz de prisão a Adalto que tinha no bolso a quantia furtada de dentro da calça do idoso. O ladrão foi encaminhado à Delegacia Civil na Unisp e entregue ao plantonista de plantão, juntamente com a moto que usava e o dinheiro furtado do idoso. A imagem do ladrão deitado no chão com uma corrente no pescoço é inédita na cidade. O autor da fotografia disse que a experiencia lhe ensinou que, de fato, “a sorte do repórter é estar na hora do fato”, para fazer um registro fotográfico excepcional. O Dinheiro foi recuperado e será ressarcido ao idoso vítima do furto.

Adalto que é suspeito de vários furtos feito de forma covarde contra idosos em Theobroma e Jaru, sempre aproveitando da bondade dos idosos, Adalto furtava os idosos, sempre do mesmo modo, quando via um idoso sozinho, ele contava uma historia que o seu gás de cozinha tinha acabado, e que seus filhos estaria passando fome, ou pedia um copo de água e quando o idoso entrava na residencia para busca o dinheiro ou água, Adalto furtava objetos de valores e o dinheiro das vitimas.

 

Fonte: Portal Theobroma / Informações: CORREIOCENTRAL.COM.BR

 

RESTAURANTE PAULISTA
anuncie aqui
Comentarios

NÃO A BANNER NESSE ESPAÇO DE PUBLICIDADE